O LIVRO QUE NÃO TERMINEI

Hoje, pela manhã ao abrir o Sacada da Biblioteca, me deparo com esse texto, que automaticamente me remeteu, por tudo exposto, que minha van filosofia me permitiu captar e entender do texto, a essa canção: O dia que não terminou.

SACADA DA BIBLIOTECA

o-livro-que-nao-terminei[PROSA POÉTICA]

TEXTO BY HARRY HALLER [GHOST WRITER]

O meu nome, esse nome, foi retirado de um livro que eu nunca tive coragem de terminar de ler. Até mesmo porque, já no começo sabemos no que vai dar. Mas aí, se eu não for até o final, se eu não ler o derradeiro e esclarecedor último capítulo, eu sinto que tenho uma chance.

São duas opções que você tem no livro: as duas são óbvias.
Mas se são tão óbvias, por que são duas?
Pra me dar a chance de não ir até o final e ficar na dúvida.

Se for o que eu espero e anseio pra mim mesmo, também pro personagem, eu posso facilmente dizer: eu já sabia! E se não for o que eu espero e anseio para mim mesmo, nem pro personagem, também poderei dizer: eu já sabia.
Mas nem eu sei o que de fato eu…

Ver o post original 77 mais palavras

O FILHO E O TEMPO

Blog Novo! Vale conferir, se inscrever e comentar… pois não parece ou vocês podem nem saber, mas isso dá maior força pra seguir em frente.. nessa internet cada vez mais desprovida de conteúdo, eis um lugar bem eclético, com bastante material diversificado, certamente algum autor vai te cativar.
Compartilho esse post, por razões óbvias, pra quem acompanha o meu trabalho aqui no blog: essa é a primeira dama!😉

SACADA DA BIBLIOTECA

ser-mae[CRÔNICA]

TEXTO BY VALERIA RAMOS

Já passa das duas da manhã, olho para o lado e vejo um menino de pernas compridas, percebo que ele já não usa mais fraldas, onde eu estava enquanto ele crescia?? Como passou tão rápido?? Quando começou o seu desfralde?? Será que foi no aniversário de dois anos??

Filhos… eles crescem enquanto você pisca, pode parecer clichê, frase feita, talvez seja!!  Mas é a maior realidade da vida!! Ontem eu o tinha dentro de mim, nossos corações tinham o mesmo som, depois ele nasceu e puff!  Ele cresceu; Não usa mais fraldas e diz até que já é um homem.  E eu preciso entender como tudo aconteceu. Como passou tão rápido??

É melhor não entender, enquanto eu tento entender o que se passou, eu perco o que está passando. Filho é como a vida, se você parar pra pensar e tentar entender por muito tempo…

Ver o post original 176 mais palavras

Novo Tempo – Ivan Lins

Essa música merecia e merece um texto.. mas vai só a música mesmo.. ela fala por si só!

“Pra que nossa esperança, seja mais que vingança!”

Last Kiss & Alive – Pearl Jam

Last Kiss é um super clássico… trata do amor por alguém que se foi… mas e quando “nós nos perdemos de tudo aquilo que conhecemos como o que é nossa direção, nosso prumo?”

Então… com base em Last Kiss.. porque pior que perder alguém, é se perder de si mesmo… e eu já não sei…

tomara que não. mas hoje esse é meu último Last Self-Kiss.

Chega de sobreviver… chega de:

Oh I, oh, I’m still alive
Hey I, oh, I’m still alive
Hey I, oh, I’m still alive
Hey…oh…

Naquela Mesa – Zélia, Hamilton e Nilze / Texto do 22

Dias desses tive a enorme felicidade de ter uma experiência única: trazer do virtual pra vida real uma amizade.

Tem pessoas que você olha na internet, convive na internet, nas redes sociais, porém quando vai conhecer pessoalmente, decepciona… Esse camarada que conheci, por um relativo curtíssimo espaço de tempo.. tivemos pouco mais de 3 horas de vida real juntos, mas eu já sabia que não me decepcionaria… porém, não imaginava o quanto eu seria surpreendido… e o quanto aquele curto espaço de tempo juntos, faria tanta diferença hoje.

É claro que não é sempre, mas nas vezes que paro pra jogar uma conversa fora, beber uma cerveja, com uns amigos e tal… e o papo não está tão bom, às vezes maçante ou faltando assunto mesmo… não jeito, essa canção vem a mente (mas graças a as eventualidades da vida:  ele continua muito vivo, bem, obrigado e manda lembranças).

A música é essa:

Seu nome: Tadeu Castro! Seguramente um dos maiores colaboradores que esse blog já teve. Um dos caras mais dedicados e que mais contribuiu em conteúdo, de todos os colaboradores que tive (e olha que já tive excelentes colaboradores, mas nenhum se destacou tanto quanto ele. A densidade e honestidade de seus posts, foi o que fez me ter essa sensação e certeza.

Clique aqui e confira, os posts e matérias de Tadeu Castro.

O fato que ao blog, talvez ele volte, um dia ele volta, quem sabe?…

Mas o outro fato também é que Tadeu está em nova empreitada, um blog novo (https://sacadadabiblioteca.wordpress.com/), todo reformulado, com muita ideia bacana, com muita diversidade e dessa vez com sua administração. Sim:  vocês verão muito desse trabalho dele que já está acontecendo, aqui nesse espaço. Vez ou outra, teremos um link ou coisa parecida, por aqui, no musicaart.wordpress.com.

Anota o endereço aí, põe nos favoritos e faz uma visitinha lá: SACADA DA BIBLIOTECA!

Mas resumindo a resenha.. é que toda vez que o bar tá ruim, eu sempre lembro, de verdade:

“naquela mesa tá faltando ele e a saudade dele tá doendo em mim.”

E como eu não sou daqueles que esperam a pessoa morrer pra prestar homenagem.. tá aqui minha sincera homenagem ao meu amigo Tadeu castro, que numa tarde em menos de 3 horas, discutimos muito mais assuntos, o fim da fome no mundo, a paz mundial, o título do Corinthians contra o Chelsea, o Cheirinho do Hepta rubro-negro único time grande carioca, a corrupção na política, o chopp que estava quente, etc.. discutimos muito mais assuntos aquela altura, etilicamente falando,  algo super interessante, que em muitas outras conversas que venho tendo com as pessoas normais do meu ciclo de amizade, não acontece… desculpem-me a sinceridade amigos, mas não é pra todos, mas falta conteúdo…  mas vocês também são meus amigos e amo-os apesar de tudo, mas isso obviamente, só poderia gerar uma enorme saudade!

Nosso encontro nas Olimpíadas RIO 2016.

Nosso encontro nas Olimpíadas RIO 2016.

Cara, saudade enorme.

Prazer enorme te conhecer… e aquela nossa entrevista prometida, pois assim como eu tive o prazer e a honra de te conhecer um pouco mais, nossos leitores aqui que tanto desfrutaram de sua companhia virtual e seus pontos de vista, também merecem conhecer. Então, anotem aí: um de nossos próximos entrevistados: Tadeu Castro!

 

 

Um Grande sincero e fraternal abraço a todos!

by Igor Otávio

 

O fantasma da Opera – Nightwish (Live)

The Phantom Of The Opera

All I have to do is Dream – Bob Dylan and George Harrison (raridade)

Dueto mitológico. Numa versão inacreditável para clássica canção da terra do Tio Sam.

 

Planeta Sonho – Nave de Prata (14 Bis)

Olá meus queridos leitores!

Eu iria começar o post, dizendo que apresento a vocês um versão “cover” da música Planeta Sonho, da banda 14 Bis, mas isso seria muito leviano. Não é versão. É RELEITURA!

Nave de Prata, que se vocês derem uma breve pesquisada por aqui, vão observar, são velhos amigos da casa, porém vem numa crescente, uma ascensão surpreendente. Quando eu penso: chegaram no topo do que podem fazer. Eles vão lá e se reinventam. Mostram que há sempre muito a evoluir. Mesmo quando não imaginamos “como isso seria possível”.

Essa releitura é mais um exemplo disso. Vejam e ouçam!

Simplesmente sensacional!!! De uma delicadeza e sensibilidade incrível esse trabalho. Confesso que o que mais me impressionou foi o novo compasso dado a bateria, nunca antes feito. Também com o encontro de dois ases da nossa música no projeto (Ricardo Feghali do Roupa Nova e Sergio Magrão do 14 Bis), seria um pouco estranho de ter um resultado diferente (mas o que acontece é que foi muito bom. Ficou muito acima de qualquer expectativa – e olha que pelo enunciado, a expectativa estava longe de ser pequena).

Esse arranjo realmente impressiona. Muito detalhado. Um trabalho de difícil execução. Porém executado perfeitamente. Um trabalho de estúdio invejável!

Leia o resto deste post

Máguas de Caboclo (cabocla) – Nelson Gonçalves (1979)

“Cabocla, seu olhar está me dizendo
Que você está me querendo
Que você gosta de mim”

Lindo clássico da música brasileira, na voz desse ícone nacional: Nelson Gonçalves! Baita talento!

Dance With My Father Again – Luther Vandross (Homenagem aos pais)

Homenagem do blog Música e Arte a todos os Pais!

Cadê Você – Odair José

Um arranjo trabalhadíssimo, para essa clássica canção brasileira!

O violão muito bem colocado, o teclado (ou piano) sensacional e a gaita fazendo um show a parte!

O tempo vai, o tempo vem,
A vida passa e eu sem ninguém

Cadê você?
Que nunca mais apareceu aqui
Que não voltou pra me fazer sorrir
Que nem ligou

Mas não faz mal, pois eu me calo
Tá tudo bem, eu sempre falo:
“Cadê Você?”
(Odair José)

 por Igor Otávio

Talking to the moon – Bruno Mars (Live)

“Lua vai iluminar os pensamentos dela,
fala pra ela que sem ela eu não vivo,
viver sem ela é o meu pior castigo”
Bruno Mars

O Beco – Paralamas do Sucesso feat. Samuel Rosa (Skank) (Live)

Nesse país:

Nada mais me deixa chocado!

Sensacional trabalho de banda. Conjunto da obra perfeito! Os metais, o ska da guitarra, contrabaixo passeando em lindas frases e a bateria super segura, ousando… lindo!!!

Palavras – Gonzaguinha (texto 22)

Hoje optei por compartilhar e tecer alguns comentários sobre a canção “palavras” de Gonzaga Jr.

Esse mundo atual, engessado e chato. Cada vez mais quadrado. Cheio dos “politicamente correto”, está cada vez mais chato coabitar com a maioria das pessoas.

Primeiro: as pessoas falam muito e fazem pouco. Como muito bem explicitado nos primeiros versos da canção.

A segunda questão, pra tentar ser o mais sucinto possível, diz respeito ao comportamento atual, onde tudo é motivo de lamentações em rede pública. Gente, mais uma vez faço das palavras de Gonzaguinha as minhas:

Cantar nunca foi só de alegria. Com o tempo ruim, todo mundo também dá bom dia!

Ou seja: aceite a dor, os reverses da vida. A vida não é uma constante. A vida é como o mar e suas ondas. A vida, como a conhecemos e podemos medir, ilustrar, na forma de um monitor cardíaco, não pode ser uma linha reta, é preciso aqueles altos e baixos, é preciso oscilar mesmo, um eterno sobe e desce. Não trata-se de quantas vezes você fica por baixo, mas sim de quantas vezes você consegue se reerguer!

Quando falamos que a vida é uma guerra diária, é isso mesmo. É levantar todo dia e lutar pelo pão de cada dia, com a faca entre os dentes e sangue nos olhos.

“Levanta-te e anda!”
João 5:8

text by Igor Cartman Otávio Broflovski

Como dois e dois – Roberto Carlos (1971)

Esse verso é tudo:

“Tudo vai mal, tudo
Tudo é igual
Quando eu canto
E sou mudo
Mas eu não minto
Não minto
Estou longe e perto
Sinto alegrias
Tristezas e brinco…”
(Caetano Veloso)

Sinto alegrias, tristezas e BRINCO…..
%d blogueiros gostam disto: